Tá aí uma coisa que eu gostaria de ter feito. Se você, assim como eu, nasceu nos anos 80, certamente tinha idade suficiente para pegar aquela época dos melhores desenhos animados já feitos neste planetínea. Esse desenho não é especificamente dos anos 80, já que foi ao ar de 92 a 97, MAS, foi um dos desenhos mais marcantes pra quem é dessa época. Sim senhor, eu estou falando daquele colorido desenho dos X-Men!

Preciso confessar que nunca fui muito fã dos mutantes, sempre fui team Homem-Aranha, mas mesmo sem ser um mega fã eu fazia questão de parar pra assistir o desenho que foi ao ar na Fox Kids (Tv à cabo) e na Globo. Por que era basicamente a transposição de uma das fases mais legais dos X-Men, por Chris Claremont e Jim Lee, das HQs para o desenho animado e popularizou os mutantes pra uma galera que talvez nunca tivesse chegado perto de um gibi. Foi nesse desenho que eu conheci as sagas mais clássicas dos X-Men e que me fizeram ir atrás de ler mais tarde, como a saga da Fênix ou Dias de um Futuro Esquecido.

E aí se você é um animador que cresceu assistindo desenhos animados e tá com tempo livre, o que você faz? Isso aí mesmo: uma websérie inspirada nesse desenho AND em games 16-bit, todo meio pixelizado e tals. Irado não?

Então toma aí um teaser de X-Men: Danger Room Protocols:

Danger Room Protocols é uma webserie em que o Professor X vai desafiar dois de seus estudantes por vez em um exercício na Sala de Perigo.

São 18 episódios no total e a série estréia na próxima quinta, 19 de Janeiro. Os episódios seguintes serão lançados quinzenalmente. Eu não sei vocês, mas eu estou bem ansioso para assistir, mesmo não sendo muito fã deles.

O grande lance e eu acho que o maior acerto é utilizar justamente a Sala de Perigo, que pode criar vários cenários, situações e trazer todos os vilões dos X-Men, direto pra ação, sem ter que explicar algum plano maligno do Magneto ou coisa do gênero.

E se você quer dar aquela alimentada na nostalgia, assiste aí a abertura do seriado dos anos 90:

E aí? Ansioso pra assistir?

Fonte: Nerdist

Deixe uma resposta