Para celebrar o dia de hoje, 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, fizemos uma seleção com as melhores personagens femininas no cinema. As que nos inspiram, as que mostram a igualdade e que mulher não é só mocinha que chora e espera o herói da história vir salvá-la.

  • Ellen Ripley (Sigourney Weaver) – Alien

alien-3-main

Começar com essa paulada tem explicação: Sigourney Weaver chegou para desafiar o estereótipo de ficção científica que, até então, eram protagonizados por homens em sua maioria. Sua interpretação rendeu duas indicações de melhor atriz no Oscar e no Globo de Ouro daquele ano.

  • Clarice Starling (Jodie Foster) – O Silêncio dos Inocentes

Sir Anthony Hopkins feiert seinen 60. Geburtstag

Para quem achou que toda história (adaptada dos livros do escritor Thomas Harris) girava em torno de Hannibal, personagem de Anthony Hopkins, caiu da cadeira. Clarice Starling, vivida pela Jodie Foster, não é apenas a outra protagonista ou a mocinha da história. Ela é uma mulher incrível que, mesmo ainda em treinamento na Academia do FBI, foi chamada para ajudar a resolver um grande caso de assassinatos em série, tendo contato com Hannibal para conseguir desvendar e encontrar o serial killer. 

(Consegue imaginar o quanto teve de choramingo masculino na Academia por não terem conseguido o caso? Que maravilhoso!)

  • Princesa Leia Organa (Carrie Fisher) – Star Wars

leia organa

Essa lista não seria a mesma sem a nossa QUERIDÍSSIMA Princesa Leia Organa. Que, pra falar a verdade, de princesa – no padrão que conhecemos, cheio de estereótipos – não tem é nada! Ela é bocuda, ela responde e questiona tudo e todos sem nem se importar quem são. De personalidade forte e grande intelecto, sem Leia a Aliança Rebelde não teria chegado tão longe. E mesmo 30 anos depois, lá está ela comandando a Resistência na luta contra a Primeira Ordem. Muito amor por essa mulher. <3

  • Beatrix Kiddo (Uma Thurman) – Kill Bill

killbillSe tem uma mulher que não está pra brincadeira nessa vida, essa é Beatrix Kiddo, também conhecida por Noiva ou Mamba Negra. Quando fazia parte do Deadly Vipers Assassination Squad, começou um relacionamento amoroso com o líder do grupo assassino, Bill. Depois de descobrir que estava grávida dele, fugir e ficar em coma depois de tanto ter apanhado dele e de seu esquadrão, Beatrix jura vingança e, claro, põe em prática. De item a item, ela vai riscando os nomes da sua lista mortal. Mesmo depois de tanto sangue e violência, ao encontrar sua filha, Beatrix vê que seu instinto materno permanecia lá.

  • Sarah Connor (Linda Hamilton) – O Exterminador do Futuro

sarahconnor2

Quem assistiu o primeiro Exterminador do Futuro nem imaginou que mulher viria a ser tornar Sarah Connor, interpretada por Linda Hamilton. No primeiro longa da sequência de filmes, Sarah era uma jovem garçonete, frágil e sem a menor ideia do que viria a enfrentar nos próximos anos. Graças a Kylo Reese, Sarah consegue sobreviver ao Terminator 101, enviado do futuro para exterminá-la. No Exterminador do Futuro 2, o cenário muda completamente e Sarah não só sabe se cuidar sozinha, como também de seu filho John, já adolescente.

  • Juno MacGuff (Ellen Page) – Juno

juno

Saindo completamente da linha de filmes de ação e suspense, não poderíamos deixar de citar a Juno. “Mas por quê Juno?”, você pode estar pensando. Oras, é uma garota de 16 anos que engravida de seu companheiro de classe e quebra todos os esteriótipos de gravidez na adolescência, incorporando o empoderamento, que é a liberdade de decidir e controlar seu próprio destino com responsabilidade e respeito ao outro. Maravilhosa!

  • Hermione Granger (Emma Watson) – Harry Potter

Harry Potter and the Deathly Hallows: Part I

Não tem nem muito o que falar, apenas que Hermione Granger é praticamente a dona da p* toda. Nascida trouxa, foi estudar em Hogwarts com onze anos e desde então, não parou mais de lacrar. Era uma aluna academicamente brilhante, se tornou uma defensora do melhor tratamento para elfos domésticos (formando a associação F.A.L.E.) e foi a força impulsora para a criação da Armada de Dumbledore. Após a Segunda Guerra Bruxa, ela conquistou um emprego no Ministério da Magia, promovendo sua causa da F.A.L.E., e depois promovida ao Departamento de Execução das Leis da Magia. Tá bom?

  • Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence) – Jogos Vorazes

katniss

Katniss e sua família moram no Distrito 12, que é de mineração de carvão e um dos mais pobres e menos povoados da nação. Depois que sua irmã é sorteada como tributo feminino durante o Dia da Colheita, ela se voluntaria para ir em seu lugar e vence os Jogos Vorazes junto a Peeta. Ao longo da história, Katniss se torna o símbolo de uma rebelião dos 12 distritos contra a opressão da Capital.

  • Alice (Milla Jovovich) – Resident Evil

ResidentEvilAfterlife

Depois de ser traída pelo companheiro, enganada pela empresa em que trabalhava, ser usada como cobaia em experimentos com o T-vírus, perder amigos e até possíveis namorados, Alice não deixou se abalar e continua na luta contra a Umbrella Corporation e salvar o mundo do apocalipse zumbi.

  • Deloris Van Cartier (Whoopi Goldberg) – Mudança de Hábito

deloris

Mudança de Hábito foi uma das comédias mais bem sucedidas financeiramente do início dos anos 1990. Não é à toa. Deloris é uma cantora, de personalidade forte, que se vê obrigada a fugir do namorado e assassino, depois de testemunhar um de seus crimes. Depois de procurar o FBI, ela é colocada no programa de proteção a testemunhas e encaminhada a um convento de freiras. A partir daí, não só a vida de Deloris muda, como também a de todas as freiras do convento. Mulheres ajudando umas às outras: muito amor.

 

Ainda falta muito para que as mulheres tenham o mesmo tanto de protagonismo que os homens, mas a gente chega lá. Porque elas são tão fortes e incríveis quanto eles, e não só no mundo cinematográfico. Por isso, apoiem e exijam para que tenhamos todos os mesmos direitos, salários e reconhecimento.

bad blood

PÁ!

E, conta pra gente: quem mais você colocaria nessa lista?

One Response

Deixe uma resposta