Apesar de ser meio (bem) tosco, uma história extremamente simples e efeitos especiais a la Chaves, o filme conta com uma das principais lendas dos filmes de ação. Claro que estamos falando de Chuck Norris!

Lançado em 1984, o filme conta a história do coronel das Forças Especiais James Braddock (herói da guerra do Vietnã, que conseguiu fugir após ser aprisionado) voltando para o território vietcongue com o intuito de libertar antigos amigos soldados que foram dados como desaparecidos e abandonados pelo governo.

Não espere uma grande obra em termos de roteiro, direção, efeitos especiais ou atuação (na verdade é um filme um pouco abaixo da média). Mas o que falta em técnica sobra em devastação, tiroteio e pancadaria. BRADDOCK define muito bem o que era um filme de ação nos anos 80, com um protagonista armado até os dentes e capaz de fazer mais destruição que um batalhão de marines, sendo praticamente um exército de um homem só.

Além de tudo isso o filme é bem famoso por ser “forçado”, a ponto de Chuck Norris pular com duas granadas na mão e sobreviver a explosão, e pela brutalidade.

Com relação a brutalidade, BRADDOCK possui umas das cenas mais clássicas de selvageria e falta de paciência do cinema, a qual até mesmo se tornou um meme e utilizada em diversas montagens. Veja abaixo a cena original:

E agora uma das montagens mais famosas:

Depois de tudo isso agora só falta assistir a chamada feita pelo canal TCM para ter uma ideia geral do filme:

Um filme fraco em aspectos técnicos, mas que representa uma era do cinema. Se você procura um bom filme de ação com um dos principais atores do gênero, não pode perder BRADDOCK. Com várias cenas de ação, um protagonista lendário (a ponto de criar toda uma mitologia em volta de sua figura) e forçado do jeitinho dos anos 80, essa obra tem lugar garantido na prateleira de amantes dos filmes dessa incrível década.

Ah, e uma curiosidade. Nada menos que Jean Claude Van Damme trabalhou como dublê nessa pérola|!

Deixe uma resposta