Antes de começar, atenção: Este post contém SPOILERS do final da terceira temporada de Star Wars Rebels. Se você ainda não assistiu o último episódio, Zero Hour. Vai lá ver primeiro, depois você volta.

Só ontem eu consegui assistir o season finale da terceira temporada de Star Wars Rebels. Caras, que série! PQP que série! Como eu já tinha dito algumas vezes, certamente é a melhor animação já criada de Star Wars e muito provavelmente um dos melhores materiais do Universo Expandido.

Bom, seguindo a história principal, o Grande Almirante Thrawn finalmente expôs o Agente Kallus como o Fulcrum, o agente duplo que passava informações para os Rebeldes e utilizou o próprio para descobrir onde era a base Chopper, casa do Esquadrão Phoenix. De posse da informação e com o agente Kallus detido, Thrawn parte para o ataque ao planeta Atollon, que lembrou muito o ataque do império à base rebelde em Hoth. Os Rebeldes souberam tarde demais do ataque e tiveram que batalhar para fugir da base e do planeta. O Império acertou um duro golpe na rebelião, mas não conseguiu cumprir o objetivo principal.

Thrawn estava certo de que capturaria a tripulação da Ghost e arrancaria as informações deles e colocaria assim, um fim a Rebelião. Mas embora o Império tenha considerado uma vitória, ela saiu com um gosto amargo, já que Thrawn obviamente não conseguiu capturar o pessoal da Ghost. E eu acho que ele deve ter considerado a missão um fracasso.

Mas o que acontece agora? Depois de tudo que aconteceu durante o ataque a Atollon? Para a nossa sorte, Thrawn continua vivo, bem e uma ameaça a Rebelião. Acho que seria deixar de aproveitar todo o potencial desse vilão, simplesmente eliminá-lo agora. Ele ainda pode dar muita dor de cabeça para os Rebeldes. Com certeza ele vai voltar depois de ter analisado cada ponto da batalha na base Chopper, ainda mais preparado para derrubar a Rebelião. Do outro lado, a baixa foi o Comandante Sato e a tripulação da sua nave, além da base Chopper e equipamentos e tal. Eu meio que esperava que alguém da Ghost fosse morrer, mesmo que no fundo eu não queira ver isso acontecer. Mas de qualquer maneira, o risco de perder os personagens tem que ser real, para que a gente se importe com eles. Se não tiver perigo real nunca, não tem graça. E isso é uma coisa que precisa acontecer na próxima temporada.

Muito provavelmente a quarta temporada vai desembocar direto em Rogue One. E isso me deixa bem receoso, porque nós estamos muito próximos da batalha de Scariff, que todos vimos no filme, então quantas aventuras mais nós veremos do pessoal da Ghost em o que, dois anos? Mas por outro lado, Clone Wars cobriu três anos entre os episódios II e III e rendeu muitas aventuras em seis temporadas.

Aliás, acho que podemos esperar da quarta temporada alguns eventos grandes, como a guerra-civil Mandaloriana, o destino de Ezra e Kanan, a promoção de Hera a General e claro, o que Thrawn vai fazer. Ele não vai deixar barato, assim como o Império também não. Não sei qual é o plano da Lucasfilm/Disney, mas acho que se esse é o fim de Rebels, vai ser um fim legal, ligando direto com Rogue One e tal. Pode ser épico. PRA CARALHO.

Inclusive acho que a batalha de Scariff é um belo series finale para Rebels. Acho que dá pra considerar a primeira batalha e a primeira vitória da Aliança Rebelde, mesmo com todo o sofrimento, eles conseguiram cumprir o objetivo e sobreviver para lutar outro dia. E nós vimos o ponto de vista da tripulação da Rogue One. De repente é a hora da vermos da perspectiva da Hera e da tripulação da Ghost.

Mas voltando para Rebels, a Ghost estava pronta para o ataque à base imperial em Lothal. Tarkin não botou muita fé. Mas você se lembra de como ele fez o mesmo em Rogue One? A Aliança Rebelde já era oficial há alguns anos a essa altura, mas Tarkin não parecia preocupado. Claro que tem aquela dose de arrogância, mas ninguém nunca tinha visto um ataque conjunto de todas as células que formam a Aliança. E isso só foi acontecer em Rogue One, por que o Thrawn atacou a Base Chopper na hora certinha, impedindo que eles se reagrupassem para o ataque a Lothal, destruindo naves e causando danos de tropas e recursos. Passamos boa parte da série Rebels vendo o Esquadrão Phoenix e a tripulação da Ghost sofrendo para tomar equipamento, interceptar e roubar cargas para equipar a rebelião. E agora foi tudo pro saco. Se as células não se unirem de fato, vai demorar até termos a chance de ver outra batalha em larga escala contra o Império.

Todos sobreviveram e no final do episódio estão se encaminhando direto para Yavin. Nessa quarta temporada podemos esperar toneladas de easter eggs. A própria base em Yavin IV e como o pessoal da Ghost vai se encaixar agora, sendo parte de uma coisa muito maior e mais estruturada. Como ficam nossos Jedi agora? Será que eles continuam na Rebelião? A Sabine tá enrolada com a guerra civil em Mandalore, mas será que alguém mais vai embora? O Hype já tá lá no alto!

E você? O que espera da próxima temporada de Rebels?

Deixe uma resposta