Pense num filme de terror. Agora pense na trilha sonora. Aqueles sons metálicos que parecem grunhidos, gemidos vindos do além, que dá um cagaço foda (desculpem-me por essas duas últimas palavras, mas é o que melhor define o que eu sinto: um cagaço foda). Todos esses sons, que antecedem uma chegada triunfal de um espírito, monstro ou qualquer que seja o vilão, vêm de um único instrumento: o Waterphone.

Criado por Richard Waters (a primeira vez eu li Roger Waters) em meados dos anos 60, o Waterphone é um instrumento de aço e bronze com um pequeno reservatório de água. Essa combinação faz o som reverberar por todo o instrumento e a água ainda potencializa o som. E como a invenção é patenteada, cada Waterphone é feito sob encomenda no site. Compre o seu aqui!

Se você tiver com tempo, esse vídeo mostra o processo de produção:

Agora curta alguns sons horripilantes produzidos por esse instrumento maluco!

About The Author

Comediante, redator e roteirista. Trabalha em agência de publicidade desde 2010 e está na comédia desde 2012. Mesmo sendo eu que esteja escrevendo isso aqui, prefiro falar em terceira pessoa, para parecer que alguém mais importante escreveu pra mim. Ironia, sarcasmo e um pouco, mas bem pouco mesmo, de nerdice. Assino o blog assediosmoraes.wordpress.com

LEMA: Nome no SERASA é igual DST: você não quer, mas sabe que um dia sua hora vai chegar.

Related Posts

Deixe uma resposta