ATENÇÃO: Spoilers de Deadpool.

 

Com tantos filmes paralelos e universos tão grandes, não é nenhuma surpresa que os ditos filmes tenham alguns easter eggs. Alguns, né. Mas aí chegou Deadpool, com uma taxa de dois bilhões de referências por frame de filme E não, eu não tô exagerando. Tem de tudo: de celebridades a zoação gratuita com outros personagens – alguns que nem deveriam ser citados no filme sob o risco de um processinho. São cameos sutis, e alguns bem escrachados, escancarados. Muitos deles passaram despercebidos por boa parte dos espectadores, e é por isso que a gente tá trazendo agora essa lista com os melhores easter eggs do filme!

 

Último aviso: tem spoilers nesse texto. Muitos.

 

Sério, tem spoiler pra caramba.

 

Se você não viu, feche a janela.

 

AVISADO.

 

1. Rob L.

01

Eu acho que nunca vi um filme com tanta referência aos criadores da história. Foram várias ao longo do filme, mas logo na cena de abertura, quando a cena está congelada e a câmera vai ampliando o plano em câmera lenta, você vê o SUV caindo, com um copo de café “flutuando” no ar. É meio rápido, mas dá pra ver o nome: Rob L, uma referência a um dos criadores, Rob Liefeld.

 

2. Green Lantern

02

É, ele não deveria estar aí. E, pra ser sincera, ele nem tá de verdade. Na mesma cena do SUV, uma das carteiras dos caras que estão apanhando também tá flutuando, e dentro dá pra ver um cara com uma roupa que lembra muito a do Green Lantern, fazendo uma piadinha com a primeira tentativa do Ryan Reynolds de viver um personagem de quadrinhos. Lembra bastante, mas não é exatamente a roupa do Green Lantern porque, como eu disse ali em cima, processinho.

 

3. Hello Kitty

03

Também na cena do carro tem um lip balm da Hello Kitty caindo junto com todo mundo. Dá pra assumir que o Wade levou com ele, já que o Twitter oficial do filme deixou a entender que existe um carinho entre Wade e a marca: Hello Kitty é a única conta que o perfil oficial do filme segue.

 

4. Quem pediu pizza?

04

Essa é a primeira cena em que o Ryan Reynolds mostra a cara. Wade invade o apartamento de um estranho e pede uma pizza antes de fazer o trabalho pro qual ele foi contratado. Essa cena é familiar pra quem leu os quadrinhos: ela saiu da edição #10 (2012). Na versão original, o entregador morre, mas no filme a gente encontra uma versão mais “light”.

 

5. Famous Feige

05

Com tanta informação rolando, é difícil prestar atenção em todos os detalhes, mas esse é bem legal: o nome da pizzaria é Famous Feige, uma referência explícita a Kevin Feige, produtor do Marvel Studios.

 

6. Sister Margaret’s

06

Quando os mercenários e assassinos precisam relaxar, tomar uma, eles vão pra onde? Ironicamente, eles vão pra Sister Margaret’s Home for Wayward Girls. Esse nome é na verdade o apelido que o bar tem nos quadrinhos, onde o nome real do lugar é HellHouse.

 

7. Conhecer pessoas novas e interessantes

07

Quando Wade começa a contar seu passado nas Forças Especiais para Weasel, ele diz que não foi completamente ruim, já que ele pode “viajar o mundo”. Weasel completa a frase por ele, já sabendo que ele viajou pra “lugares exóticos para conhecer pessoas novas e interessantes… e depois matá-las”. Esse diálogo é de X-Men Origins – Wolverine.

 

8. Mais um Cameo do Rob Liefeld

08

Dessa vez um pouquinho mais explícito. Quando Wade entra no bar, ele cumprimenta dois caras. O primeiro é o Buck, o segundo é o “Liefeld”. Não precisa nem explicar muito, né?

 

9. Vanessa Carlysle (A.K.A. Copycat)

09

No filme, Vanessa é o verdadeiro amor de Wade Wilson, mas nos quadrinhos a história é diferente. Nas HQs, Vanessa Carlysle também é conhecida como Copycat, uma mutante capaz de mudar de forma. O filme não trouxe nada dessa ideia, e talvez possa até trazer isso mais pra frente em uma continuação, mas ela não fez sequer uma forcinha quando Ajax a capturou. Porém ela diz que já representou muitos papéis na vida dela, mas que donzela em perigo não era um deles. Vai saber, né?

 

10. Just between us… R Rated?

10

Ninguém esperava que esse filme fosse PG-13, né? E eles conseguiram um Restricted na malandragem, porque não é coisa pra criança ver não senhor. Reynolds apareceu numa entrevista com Mario Lopez para o Extra, onde Mario tentou explicar os motivos pra se fazer um filme PG-13… e acabou nocauteado pelo Deadpool (assista aqui). No filme, durante uma breve pausa no romance de Wade e Vanessa, Wade é flagrado lendo “Just Between Us”, o livro do Mario Lopez.

 

11. Shoop

11

No roteiro original, o filme começaria com Deadpool cantando “Hollaback Girl”, da Gwen Stefani, enquanto espera pelo Ajax. Em vez disso, o filme tomou um rumo diferente: a música Shoop, do Salt-N-Peppa, deu um tom de humor a mais à cena. A música foi lançada em 1993, mesmo ano que Deadpool ganhou sua própria série de quadrinhos.

 

13. Placas!

12

Essa também é uma referência aos criadores. Quando Deadpool começa a sair do carro na via expressa, as placas de trânsito no fundo mostram mais um cameo: dessa vez o outro co-criador, Fabian Nicieza.

 

14. Parker Boulevard

13

Esse é mais uma placa de trânsito, que é claramente marcado: só tem um Parker no universo da Marvel Comics, e ele é bem amiguinho do Wade nos quadrinhos.

 

15. Explodir mansões ajuda a construir caráter

14

Quando a Negasonic Teenage Warhead e o Colossus estão saindo pra buscar o Deadpool, a gótica suave mutante faz uma referência ao fato de que a X-Mansion sendo explodida muito frequentemente. Colossus concorda que isso acontece bastante, mas que isso ajuda a “construir o caráter. A gente precisa fazer uma lista de quantas vezes essa mansão já explodiu, tanto nos filmes quanto nos quadrinhos. Guenta aí, internet.

 

16. Malditos canadenses!

15

Uma coisa que o Deadpool e Ryan Reynolds tem em comum: eles são canadenses. Isso deu ao ator algumas oportunidades de adicionar umas pitadas de humor canadense no filme. Achei que deu certo. Chique.

 

17. O outro Deadpool

16

Isso tinha que acontecer: referências ao epic fail do outro Deadpool, de X-Men Origins: Wolverine. Além das ameaças que o Ajax fez de “costurar a boca” de Wade, ainda tem uma referência mais sutil: quando Wade tá discutindo sobre suas posses mais preciosas, ele passa por um Deadpool do X-Men Origins: Wolverine de brinquedo. MAAAAS… o action figure é uma distração. O que ele mais valoriza mesmo é a coleção de álbuns do WHAM!

 

18. O pesadelo do Liam Neeson

17

Daí ele descobre que vai morrer e perde noites de sono, lamentando. Quando Vanessa pega ele no flagra, ele alega que teve um pesadelo em que ele sequestrava a filha do Liam Neeson. O nome “Deadpool” veio daquele bolão em que todo mundo apostava pra ver quem ia morrer primeiro, mas também é o nome de um filme – “The Dead Pool” (1988), estrelando… Liam Neeson.

 

19. A roupa de herói

18

Quando Wade vai pro laboratório ser curado do câncer e ganhar poderes, ele faz um único pedido: que seu “supertraje” não seja animado… e não seja verde (oi, Green Lantern). Mas pra conseguir mais expressão por baixo da máscara, foi preciso animar o traje um pouquinho pra dar um pouco mais de vida pra cara do Deadpool. Desejo não concedido, cara.

 

20. Medula

19

No filme tem muita informação, então tá bem OK se você não pegou essa. No laboratório, dá pra ver uma moça morena com vários espinhos saindo das costas. Ela pode ser a Medula, que fez parte da X-Force, e já que há rumores de um filme da X-Force, essa aparição pode não ser uma coincidência.

 

21. Mordido por um Shar Pei radioativo

20

Quando Wade começa a se acostumar com a condição e a fazer piada com sua condição, ele diz que é isso que acontece quando você é mordido por um Shar Pei radioativo. Mas isso também é uma refêrencia aos quadrinhos do Homem Aranha, que inclusive faz uma piada com o ator Ryan Reynolds.

 

22. Rap do Deadpool

21

Antes de Deadpool ter seu próprio filme, ele teve seu próprio videogame. Foi um sucesso tão grande em 2013 que um grupo chamado Team Headkick criou um “Deadpool Rap”, que foi lançado online. Para o filme, o grupo foi convidado a gravar uma versão atualizada.

 

23. McAvoy ou Stewart?

22

Quando Colossus captura Deadpool para leva-lo de volta ao avião dos X-Men, ele diz que está levando Wade pra ver o Professor Xavier. Então Deadpool pergunta se ele quer dizer Patrick Stewart ou James McAvoy, alegando que o cronograma dos filmes está ficando impossível de seguir.

 

24. 127 horas & apelo a Deus

23

Ok, Deadpool decide que não tá muito afim de conversar com o Professor X. Então ele tem sua pior ideia do dia: cortar seu pulso fora, bem ao estilo 127 horas. E ele inclusive cita isso na cena. Depois que ele corta tudo, ele fala o título de um livro da Judy Blume, “Are you there God? It’s me, Margaret”. Pra quem nunca leu o livro, não faz o menor sentido, mas quem leu soube ligar os pontos. É só conectar as feridas do Wade à jornada de uma menina que vai se tornar mulher, e pronto.

 

25. Blade 2

24

Ajax e Angel Dust estão em menor número quando vão procurar infos sobre o Wade no bar e Weasel não se dispõe a cooperar (leia-se: ameaçaram o bichinho mas num tinha como cumprir porque o bichinho tinha vários amiguinhos). Weasel então diz pra eles aproveitarem que vai passar Blade 2. Uma referência legal, já que Ryan Reynolds apareceu em Blade: Trinity.

26. O Cameo do Stan Lee

25

Como sempre, Stan Lee cumpre a promessa de um cameo gratuito, mas essa foi meio diferente. Dessa vez, Stan Lee foi um DJ no strip club onde Wade e Weasel vão pra procurar Vanessa, e ele chama ao palco uma stripper chamada “Chastity”.

 

 

27. A mesma mansão de sempre

26

Essa X-Mansion parece familiar, não parece? Pois bem: o edifício está localizado no Hatley Park National Historic Site, em British Columbia, e já foi lar de muitos heróis e vilões: Foi a Xavier Mansion em X-Men, foi a casa de Lex Luthor em Smallville, foi a casa de Oliver Queen em Arrow. E, de novo, X-Mansion em Deadpool.

 

28. Chimichangas

27

Quem não conhece o Deadpool dos quadrinhos não sabe que ele é um cara simples. De verdade. O que ele mais adora é uma chimichanga, o que acabou virando uma catchphrase. Quando o Wade, a Negasonic e o Colossus enfrentam a equipe do Ajax, ele mistura sua comida preferida no anúncio do Dunkin Donuts “time to make the donuts”, dizendo que chegou a hora de “fazer as chimi-f *** ing-changas! ”

 

29. A aterrisagem de super herói

28

Todo filme de super herói tem que ter a aterrisagem de super herói pra ser considerado um filme de super herói: tem que ter alguém que se joga de um lugar estupidamente alto e cai sobre um joelho, apoiando um punho no chão e olhando para os inimigos desafiadoramente. E esse é um filme de super herói, então teve essa cena.

 

30. Ei, Bob!

29

No meio da briga, Deadpool reconhece um cara, para, cumprimenta e relembra os velhos tempos de Forças Especiais. Esse cara é o Bob, um agente da HYDRA que aparece nos quadrinhos frequentemente. Ainda assim, o Deadpool deixa ele desacordado.

 

31. Um Helicarrier?

30

Todo mundo estava meio distraído com a batalha, mas quando a Negasonic enfraquece os suportes do navio onde a batalha tá acontecendo, dá pra ver os motores repulsores colocados ao redor do casco. É um projeto que até agora a gente só viu em Avengers, mas pode mostrar que os heróis da Marvel e da Fox não estão tão distantes.

 

32. Você ainda tá aqui?

31

Quando essa cena começou, eu até assustei: o Tim Miller pegou uma das primeiras e mais conhecidas cenas pós-créditos de todos os tempos. Com o traje de Deadpool completo, Ryan Reynolds faz uma imitação de Matthew Broderick no final de Ferris Bueller’s Day Off, perguntando o que que a galera ainda tá fazendo no cinema, mandando todo mundo ir embora. Isso até o Wade soltar um “chicka-chickaaa”, imitando a música dos créditos do filme do Ferris Bueller.

 

33. We have Cable!

32

Por último, mas não menos importante: quando começa a cena pós créditos, Reynolds diz que tem sequência vindo por aí, com a presença do Cable. Obviamente as diferenças de personalidade dos dois vão fazer com que eles se odeiem, mas a parceria dos dois em Cable & Deadpool deu certo, então parece que os fãs terão o que querem.

 

E aí, achou mais algum easter egg que a gente não viu?

 

Comenta aí!

 

Deixe uma resposta