Se você acompanha Star Wars: Rebels, deve saber tanto quanto eu que a animação tem sido a cada episódio, uma grata surpresa. O nível da série tem se mantido alto, seja nos roteiros, na tripulação da nave Ghost, ou mesmo nas participações especiais. Personagens muito conhecidos do cânone, protagonistas e claro, vilões. E claro, que por vilões, me refiro a Darth Vader, com a sua voz original, James Earl Jones.

Para a alegria dos fãs do Universo Expandido, teremos na terceira temporada, a presença do Grande Almirante Thrawn, que sai direto das páginas da trilogia de Timothy Zahn (que havia sido transferida para o selo Legends) para o cânone oficial de Star Wars, como o grande antagonista na nova temporada.

Mas como nem tudo é alegria, isso significa que os fãs terão que lidar com a ausência de Vader. Com a chegada de um novo desafio para os nossos heróis, o Lorde Sith sai de cena, então os fãs podem deixar de lado a esperança de que Vader teria um papel relevante na continuidade da série. Segundo o chefão de Rebels, Dave Filoni, “Foi uma decisão de toda a equipe não ter Vader por perto.”

Ainda segundo o criador da série, após o season finale da segunda temporada, provavelmente não o veremos mais na série, de agora em diante, o personagem deveria sair de cena, por que na linha do tempo, ele estaria participando dos eventos de Star Wars: Uma nova Esperança. Filoni ainda disse em entrevista que não gostaria de criar uma expectativa nas pessoas, apenas para frustrá-las mais adiante, então daí veio a decisão (aparentemente unânime) de não ter Vader por perto, por que a linha do tempo se aproxima cada vez mais da trilogia clássica. Isso sem falar de Rogue One, que vai contar com a presença de Darth Vader.

Na verdade, no final da segunda temporada, fazia sentido a presença de Vader, para encerrar o arco com Ahsoka. Mas se a equipe de Rebels sempre o trouxesse como uma ameaça recorrente a tripulação da Ghost, provavelmente não haveria uma tripulação por muito tempo. Vader teria condição de sobra para derrotá-los sozinho.

Nesse cenário, alguém como Thrawn se encaixa melhor. Rebels não tem como foco os Jedi, os Sith e a Força e isso fica claro, especialmente quando vemos o Grand Moff Tarkin comentando que a chama dos Jedi se extinguiu no universo. Isso também pode nos dizer nas entrelinhas que os Inquisidores proavelmente vão aparecer menos, conforme a história progride.

Claro que não podemos esquecer o insistente (que já tá ficando chato pra cacete) Darth Maul, mas para uma equipe de rebeldes sabotadores e pessoas tentado formar uma resistência militar, tenho certeza que Thrawn vai se encaixar melhor e será um adversário (e um vilão) memorável.

Mas e aí galera, vocês concordam? Não? O Império vai ser uma ameaça à altura com Thrawn? E se Ahsoka voltar, será que poderemos esperar o retorno de Vader?

Deixa aí o que você acha nos comentários. Abaixo você pode ver o trailer oficial da terceira temporada de Rebels:

 

Deixe uma resposta