Ontem (14/05) foi dia das mães. Dia daquele almoço especial de domingo em casa, ou de levar a véia pra almoçar. É o dia também que a gente acaba conhecendo as mães de todos os nossos amigos, por causa dos posts no Facebook e no Instagram. Mas como é uma data tão legal, eu resolvi lembrar aqui das mães dos nossos personagens preferidos da ficção, ou pelo menos os que tinham mães legais. Queria lembrar que eu separei 10, mas não necessariamente é em ordem de preferência, portanto não precisam brigar nos comentários. Afinal, dia das mães é dia de festa.

10 – Dona Florinda

A minha lista começa com uma mulher de fibra. Mãe solteira, única responsável por estragar criar o seu Tesouro, uma das crianças com o caráter mais duvidoso que eu já conheci. Claro que mimá-lo demais e não ensinar a respeitar os outros e nem se misturar com a gentalha não ajudou na formação dele, mas apesar de tudo sempre foi uma mãe zelosa e preocupada com o filho e o seu rendimento escolar. Mesmo que as visitas à escola também tivessem uma segunda intenção. E por favor, uma mãe que recebeu uma homenagem no festival da boa vizinhança merece estar aqui.

09 – Martha Kent

Lá no meio do Kansas, ou meio do nada se você preferir, existia uma senhora que sempre sonhou em ter filhos, mas nunca conseguiu. Mas por aquelas coincidências que só o destino é capaz, uma noite ela e seu marido Jonathan Kent encontraram uma nave espacial que acidentalmente atropelou o seu celeiro. Dentro da nave, o último sobrevivente de Krypton. E decidiram adotar e criar aquele bebê, que agora seria batizado como Clark Kent. Martha sempre foi uma das pessoas mais importantes para Kal-El ou Clark. Sempre foi a sua âncora, seu porto e apoio, mostrando sempre o caminho do bem. Mesmo após a morte de Jonathan continua sempre ajudando Clark a lidar com a responsabilidade de ser o Superman e lidar com seus poderes.

08 – May Parker

A tia May presumivelmente não é a mãe de Peter Parker, mas assim como Martha Kent, assumiu o papel de mãe (e pai) de Peter Parker após o desaparecimento dos pais dele. Peter foi morara com os tios May e Ben Parker no Queens. Após o assassinato do Tio Ben, passou a ter problemas financeiros o que obrigou Peter a trabalhar como fotógrafo para o Clarim Diário, mas sem nunca deixar de estudar. Não gostava muito do Homem-Aranha e não descobriu (pelo menos até onde eu sei) que ele e Peter Parker eram a mesma pessoa. Mas pela importância na vida do nosso herói, está aqui na lista.

Nos quadrinhos, ela parece a vovó May, mas nos cinemas atualmente é vivida pela gatíssima Marisa Tomei. Chupa sociedade!

 

07 – Sarah Connor

Se a Dona Florinda é uma mulher de fibra, essa aqui é um MULHERÃO DA PORRA. Já esteve presente na lista das mulheres mais fodas da ficção, está de volta nessa lista e em quantas mais ela merecer. Por que ela é fudida. De garçonete a guerrilheira, com dois Exterminadores na conta, não há muito mais a falar de Sarah Connor. Fez tudo que foi possível para proteger seu filho antes mesmo de ele nascer. Correu todo tipo de risco para que John pudesse crescer seguro e nunca mentiu pro moleque. Abandonou a sua vida para assumir a missão de prepará-lo para ser o líder da resistência contra a Skynet. #Respect.

06 – Marge Simpson

A mãe de Bart, Lisa e Maggie e uma das únicas âncoras de sanidade na loucura que é a família Simpson, mesmo com os maiores esforços de Homer para viver em uma loucura inacreditável. Mesmo com tudo isso, continua com o seu papel de mãe zelosa e preocupada, apesar de se sentir um pouco desvalorizada pelos três e até por Homer. Eles não ligam pra ela, mas a gente sim, então está aqui a homenagem a mamãe Simpson.

05 – Lillian Potter

Enfrentar o maior mago das trevas EVER para proteger a prole é um feito e tanto. Dar a vida pelo filho nessa batalha então, nem se fala. Desarmada? Isso sim é coragem. Lillian abriu mão de tudo, na tentativa de proteger Harry do Lorde das Trevas. E mesmo do além continuou ajudando o filho a superar Voldemort, inclusive dando apoio a ele durante a Batalha de Hogwarts e salvando a sua vida em Harry Potter e o Cálice de Fogo.

04 – Joyce Byers

Joyce Byers, mulher trabalhadora, esforçada e vai até o fim pelo seu filhote. Divorciada e sem nenhum apoio do traste do ex-marido, parte sozinha em busca do seu filho desaparecido, não importando aonde ela tenha que ir para salvar o pequeno Will. Persistente e corajosa, faz qualquer coisa para ter o filho de volta. Assim como a Lillian Potter, é o amor incondicional pelo seu filho que a faz ir sempre em frente.

 

03 – Molly Weasley

Mães lutadoras devia ser o nome dessa lista, por que a Molly é uma que não tem medo de nada quando o assunto é proteger a prole Weasley. Responsável, preocupada, zelosa, carinhosa, está sempre lá para os filhos e para o filho praticamente adotado, Harry Potter. Seja com um conselho, um carinho, ou uma bela de uma bronca. Ainda faz os próprios presentes deles, dá pra acreditar? Eu queria um suéter feito por ela. E com um bônus: A hora que foi preciso, enfiou a porrada. Literalmente.

02 – Catelyn Stark

Já ouviu falar em mães super protetoras? Essa certamente é uma característica de Catelyn Stark. Muito apegada aos filhos, muito protetora, mas ao mesmo tempo uma mulher com coração generoso, gentil, a menos é claro que você seja um Lannister, aí amigo, você tá na merda, por que assim como ela é amorosa e gentil ela também pode ser uma estrategista fria e cruel, com um senso de dever MUITO forte, influência política e de uma bravura que talvez possa ser comparada só aos maiores guerreiros de Westeros. Teria se dado bem, não fosse a burrice do filho Robb, mas não dá para deixar de admirar a sua bravura.

01 – Padmé Amidala

Rainha e Senadora. Valente, corajosa e mesmo que tenha sido apenas perto do fim da vida, mãe. Natural de Naboo, Padmé Amidala ainda era a jovem rainha quando foi salva por dois cavaleiros Jedi. Dali pra frente a sua vida mudaria completamente, quando conheceu um certo Anakin Skywalker, nos desertos de Tatooine. Anos depois se reencontraram, se apaixonaram e mesmo grávida, nunca deixou de lado o seu dever como Senadora da República, lutando até o fim para evitar o golpe que transformou o Chanceler Palpatine em Imperador Palpatine. Foi tentando salvá-la, que Anakin caiu de vez para o Lado Negro e se tornou Darth Vader. Infelizmente ela foi mãe por pouco tempo, já que morreu logo após o parto (alguns dizem que de desgosto), mas deu a luz aos gêmeos mais importantes da galáxia, Leia e Luke Skywalker.

Eu sei que faltaram várias mães nessa lista, mas seria impossível listar a todas, então eu quero que você aí, que tá lendo esse poste, comente com as mães que ficaram de fora e quero que você compartilhe esse post, como uma homenagem a TODAS as mães da ficção, mas principalmente às mães de verdade, que incorporam todas essas e várias outras que ficaram fora da lista, quando o assunto e querer o nosso bem, como filhos.

PS – Pega um casaco que vai esfriar!

Deixe uma resposta