Que Star Wars é uma franquia enorme, todos sabem, né? Que Star Wars atinge todo tipo de mídia, também. E que Star Wars tem jogo pra caramba, não preciso nem falar.

Como em todo tipo de entretenimento, alguns produtos saem melhores que os outros, certo? Com jogos não é diferente, mesmo em se tratando de Guerra nas Estrelas (rlx, eu sei que esse nome foi abolido no Brasil).

São muitos jogos de sucesso, como Battlefront (PS2 e agora PC/PS4/XOne/Microondas/Maquina de Lavar), mas o que eu quero ressaltar aqui, são os que não deram tão certo assim.

Star Wars (Famicom, 1987)

Imagine-se no Japão, em 1987, você é uma criança e está maravilhada com Star Wars. Você pensa: “Hmmmm, vou jogar um pouquin!”. Vai lá todo feliz, liga seu Famicom, e sai galáxia afora.

Só que, ao invés de se deparar com coisas familiares do filme, no jogo, você lida com situações que não tem nada a ver com as das telonas. Encorporando um Luke Skywalker moreno, você vai enfrentar aventuras, no mínimo, peculiares.

Star Wars: Return of the Jedi: Ewok Adventure (Atari 2600)

HAHAHAHAHAHAHA mano, sério. Imagina um jogo dos Ewoks pra ATARI! Não é à toa que ele foi cancelado lá nos idos de 1980 e guaraná com rolha. Alguém realmente achou que era uma boa idéia desenvolver um jogo em que você encarna as Dilminhas criaturas da Caravana da Coragem.

Gente, que coisa terrível:

Star Wars: Demolition (Dreamcast, PlayStation, 2000)

Rapidão, antes de falarmos de Star Wars. Eu realmente não sei o que aconteceu com o Dreamcast. Era um bom console, tinha alguns jogos bem honestos (eu adorava Sonic Adventure e Virtua Tennis), não sei porque não rolou muito bem.

Enfim, falando em fracassos, com o sucesso da série Twisted Metal, os produtores (sempre eles) acharam que os fãs de Star Wars precisavam de um jogo assim no gênero. Porque, gente? Não é porque uma série/saga/qqerporra faz sucesso que você precisa espremê-la até a ultima gota. O jogo foi até que recebido bem, mas nunca decolou de fato na cena dos jogos de “carro”. Eu lembro de ter jogado com uns amigos na época, tinha o Snowspeeder e era até que bacana. O video tem 30min, eu sei que você, pequeno gafanhoto de óculos, que está lendo esse post, não vai ver tudo mesmo, mas da uma olhada no jogo…

Star Wars: Masters of Teras Kasi (PlayStation, 1997)

Lembra o que eu falei ali em cima, sobre espremer uma coisa até a última gota? Então, Star Wars já sofreu muito isso. Vamos nos atentar a alguns pontos: é 1997, faz 17 anos que saiu o último filme, Episódio I ainda não saiu, o que fazer com Star Wars? Ah, claro, um jogo de luta! QUE GRANDE IDÉIA!!! Mas onde vamos fazer esse jogo? Ah, que tal num planeta QUE NINGUÉM NUNCA OUVIU FALAR? Eu tenho certeza que foi essa a brainstorm para o Go de Star Wars: Masters of Teras Kasi.

Star Wars: Grievous Getaway (Mobile, 2005)

Ah, o romantismo dos jogos mobile. Épocas mais difíceis. Épocas em que os jogos eram .jar. Épocas que não voltam. AINDA BEM, né?

O Episódio III é recém-lançado, e claro que a indústria ia pegar carona nesse. Nesse jogo você controla Obi-Wan Kenobi, no seu lagarto bombado, onde ele persegue o General Grievous no seu veículo em forma de roda. Seu objetivo é simples: capturá-lo várias vezes para, eventualmente, enfrentá-lo. Sério?

Weirdest_SWGames

 

Você lembra de mais algum jogo de Star Wars que era bem bizarro? Deixa aqui nos comentários!! :D

Deixe uma resposta